Aaham!

2 ago. 2010

O mundo precisa de mais homens-mulheres. Sensíveis. Daqueles que as pessoas acham que serao ou sao viados. E muitas vezes se prova o contrário. Que tratam com carinho e amor suas companheiras e companheiros (porque é aceitável ser gay). Que nao se importam que suas mulheres saiam com amigas, viajem e vivam. Isso nao é coisa de trouxa, nem de fraco. Fraco é quem bate, bebe pra esquecer da vida. Procura outros braços para amar, nao sabe que conversar, se entender é o melhor remédio.

Aqueles que traem se perguntem, gostariam que suas mulheres fossem penetradas por outro ? Nao faça com o outro aquilo que nao gostaria que fizessem com voce. Nao poderia essa ser a única lei do mundo ?

A compreensao, o carinho, o jeito de mulher tem que nos impregnar. Nao sabemos de muitas coisas. A mulher é o detalhe, o silencio, o charme e isso tem que vir a nós, homens. Ir atrás de mulher, ligar pra ela, nem sempre é sinonimo de fraqueza. É consideraçao, Que deve ser recíproco. Os tempos mudaram. A macheza está em baixa. Viva os homens femininos.

Carta aos Pais

Sei que muitas vezes é difícil, até impossível, um filho dizer “ te amo ” para seu pai e sua mae ( E que isso é o que voces mais querem ouvir). Quando criança, dizem que nao sabemos o que é o amor. E é verdade. Ficamos desconfiados com essa palavra, que ainda nao é um sentimento. Aquelas criancas, que vivem dizendo que amam seus pais, dizem da boca pra fora. Nao sabem o que é o amor. Amor requer maturidade, respeito, cuidado, coisas que uma crianca só pode receber. Nunca dar. E essa é a tarefa dos pais nesse momento.

Os pais amam os filhos, assim como amam seus maridos e mulheres.O amor só existe com a individualidade de cada um se mantendo, sendo respeitada. É possível que um casal se mantenha com submissao constante ? Com a beleza da vida apenas sendo aproveitada por um ? Impossível. O mesmo suscede com seus filhos. No momento mais dificil para os pais, que é o de “perderem” seus filhos para a vida, para as namoradas e namorados, para as bebedeiras, para jogos de futebol interminaveis, tardes com amigos suspeitos e etc.., alguns pais confundem a insubmissao (que até entao era comum, por sermos criancas ) com desrespeito e até falta de amor. A palavra é essa mesmo : insubmissao. Aquele que se pretende adulto tem vontade própria e portanto, resposabilidade. Aquele que vive se submetendo, vive manco, fragil, que nem um guri cagado. Deixa viver. Se o mundo esta mais perigoso, nao vao ser voces que vao evitar uma fatalidade. Ja nascemos nesse meio, saber se cuidar é necessário para sobreviver. Como se diz hoje em dia : perdeu playboy. Perdeu o filho pra vida. Ganhou um filho pro resto da vida. Todos amamos voces, eu amo voces.

Escrevo isto porque talvez tenham esquecido da época de guri de voces. Foi a mesma coisa e a história a se repetir. E ai? Voces nao amam seus pais hoje ? Nao cuidam deles, leval pra jantar, pra praia e etc?

Acham que conosco vai ser diferente? Nao! Só um adulto pode cuidar, amar. Ja havia dito isto. Deixa entao seus filhos viverem. Dia mais, estaremos todos juntos em um domingo de grenal assando churrasco e falando das nossas brigas. Nenhum pai quer o mal a seu filho e nenhum filho quer o mal a seus pais. É recíproco. Deixa viver que isso é o melhor a ser feito. Nada demais vai acontecer e se acontecer nao será culpa de voces. Vamos lá.

De alguém que ainda nao é pai.


15 mar. 2009

Se passaram um pouco menos de duas semanas desde que cheguei. Dura volta, há que endurecer e esfriar o coração para se adaptar a essa rotina. Não tenho com as pessoas daqui o mesmo tipo de contato e cumplicidade com as que eu tive lá. E viajar sozinho me fez aprender muito sobre quem eu sou, o que não é fácil aqui com pais, amigos e uma idéia que fazem de ti. Isso está me custando nesse volta, não quero perder tudo que aprendi e cresci por causa dos outros. A vontade é de novamente sair, não sei se seria o melhor. É de certa forma, um momento de transformação.


3 mar. 2009

Mais do que nunca posso dizer que renasci. Nem anos de psicologo, psiquiatra e essas coisas fariam aprender tanto sobre mim e sobre os outros quanto essa viagem. Foram os desafios, a vivencia, o novo, que me fez aprender. Fui, acima de tudo, eu mesmo. Acredito mais do que nunca que a vida esta na espiritualidade, na arte, conhecer a si mesmo, na bondade das pessoas. Larguei todas conviccoes politicas, essa fria instituicao e passo a crer em cada pessoas e o que elas tem a dizer. Me pareceu absurdo ver na tv depois destes dias pessoas se matando por religiao, politica e ... Sera que essas pessoas nunca tiveram um bom amigo, uma boa conversa, um grande amor? O que 'e a vida se nao isso ? E nao 'e questao de se alienar ( vai sabe o que quer dizer essa palavra nos dias de hoje ), 'e algo muito superior. No ultimo dia conversamos com dois alunos venezuelanos de medicina, boas pessoas. Mas tao com esse pensamento politico acima de suas vidas. Logo vieram perguntando se eramos de algum movimento como sem terra, sem teto... Depois perguntaram se nosso cinema era politico e essas coisas (panfletario). De alguma forma me senti mal depois de conversar com eles, troco chato. Tomara que na volta eu siga sendo eu mesmo.


Saio bem, consegui me despedir bem de todos. Espero encontra-los algum dia.

1 mar. 2009

Chegou ao fim. Foi a a coisa mais incrivel que ja fiz. Nao sei como tomou proporcoes tao grandes mas hoje, que estou sozinho em Havana, nao consigo parar de olhar para tras, me emociono ao lembrar de cada pessoa, cada historia. Uma nova experiencia foi ter escutado de mais de uma pessoa que sou especial, que fui querido para elas. Nao quero inflar meu ego, mas isso me passou uma seguranca absurda. Pude ser quem eu sou e as pessoas gostaram disso. Aprendi muito sobre os outros e sobre eu. Foi uma viagem para dentro tambem. Nao posso deixar de citar nomes de pessoas incriveis como Renata, Joana, Josafa, Tilman, Rodny, Tony e Marcelo. Esses de uma forma ou de outra me fizeram crescer, acreditar mais no ser humano. Esse blog foi outra grande coisa tambem, realmente ficava feliz com cada postagem. Me sentia podendo compartilhar as coisas, e isso é ótimo. Alem do mais alguns nao tinham conhecimento do meu lado mais emotivo, e aqui foi revelado. Agora, tento parar de olhar para tras, sair dessas tres semanas que mudaram minha vida. Vou tentar aproveitar o que esta para frente nesses ultimos dias em Havana. Muito obrigado a todos, muito obrigado a vida.

Daniel Revillion Dinato, 1 de marco de 2009. Havana, Cuba.

Obs: chego pelas 10 30 de quarta. Vamo marca um churrasco.

18 feb. 2009

Dale ! Entrou essa internet lenta!

Pelo menos mulheres de 40 anos eu to conseguindo agradar mas nao saiu do papo ( como sempre ) , mas dessa vez eu agradeco. Nao era esteticamente agradavel, vamos dizer assim. Para 40 estava muito bem ( para os de 40) , alias como o cubano em geral que aparente sempre menos do que tem. Ouvi dizer que Fidel distribui botox nos postos de saude para que a Revolucao nao envelheca.
xxxxx
Claro Victoria que tua mae vai ser mais simpatica do que tu, e alias quem é o querido. Mas que bom que estao comentando. To com vontade de come uma torta de maracuja. Nao se pode dizer que a comida aqui é ruim, seria mentira, mas é um pouco seca. Geralmente faco um gargarejo com azeite antes de comecar a comer para descer melhor. oiuhaio.
xxxxx
Grande grupo esse meu do documentario. Josafa é uma figuraca, nao para de filosofar sobre tudo. Mas diz coisas muito interessantes. Joana é nossa musa (chamamos de musa mesmo). Encantadora. Mas um panamenho safado nos robo ela. iuhaio. O Josafa fico meio abalado. Dei um livro para cada um, espero que possamos seguir nos falando depois.
Temos falado bastante sobre esse curso de 3 anos que ha aqui. Nao sei se aguentaria mas parece ser demais. Toda hora trazem professores de fora da ilha, sempre tem palestras e é muito intenso. Ao mesmo tempo é um pouco distante da realidade. Só se vive cinema. O bom é que nao parecem sofrer do glamourides cinematograficos ( que merda isso ) . Explico, aquelas pessoas que fazem cinema porque acham bonito os flashes dos fotografos no Oscar. Aqui nao ha tanto. Ta mais pra Cinema Novo. Vai ser dura a volta eu to achando, nesse aspecto. Hoje tem palestra com uma extrangeira para a escola toda, mas ela vai ficar duas semanas com o pessoal do curso regular. E isso tem toda semana, grandes profissionais vem pra cà. E tem equipamento bom, o que tambem é muito importante. Foda
xxxx
`viajar e retornar para dentro de si mesmo´ Josafa Veloso ( apos uma boa dose de ron ). Isso ta fazendo muito sentido, viajar te faz conhecer quem tu és, teu interior. Eu tenho descoberto algumas coisas sobre mim, e aceitando outras melhor. Sendo quem eu sou mesmo. Muito bom isso.
xxxx
Victoria: Lampreia é um livro de um escrito checo dos seculo 18, que fala sobre a tenacidade e a fugacida.... besteira. Eu achei bonito esse nome e botei. nao tem nenhuma razao logica e inteligente. É um peixe muito feio, horivel.
xxxx
Vamo indo!

17 feb. 2009

Agora Neosexual! Que bom que inventaram um rotulo para estas pessoas tambem. Me sentia um pouco nu, e perdido. Que bom.
Mas brigado mesmo pelos comentarios.

Acabamos hoje de filmar. Cansativo e muito legal. O pintor é um filosofo, grande apaixonado por sua mulher e familia, e consciente da importancia da arte. Nao sei como ficara o resultado final, mas o ´tema´ era sensacional. Espero consiguir levar uma copia para Porto Alegre. Agora vem outra grande parte de edicao e pos producao em geral. Sera cansativo tambem.
Otimo poder trabalhar em grupo mas ao mesmo tempo desgastante. Sempre alguem tem que ceder. Se aprende muito mais, e se dividem as responsabilidades. Mas como cinema e documentario é algo muito subjetivo, as ideias se confrontam e algo tem que ser decidido. Tenho aprendido bastante com isso, mas nao posso negar que as vezes da vontade de ter uma equipe propria e poder fazer o que der na mente. Gracas a Deus nao é o caso, tenho muito o que aprender com isso tudo. E cada vez mais vemos que nao ha nada como a pratica, muito melhor feita com um embasamento teorico por tras. Porem e na hora do show que vemos os problemas e resolvemos rapidamente.

Estavamos comentando da falta de liberdade dos cubanos, realmente é algo foda.Ninguem tem coragem de dizer sim e tomar uma decisao. Penso que Fidel decide tudo nessa ilha. ha um medo de ter alguem acima, e a que tu faca a cagada. Entao fica tudo por isso mesmo. Ao mesmo tempo o cubano é um artista, faz da vida um circo. Inventa para sobreviver e é muito orgulhoso. Reconhecem tudo de bom da ilha e nao perdem a graca com tudo de ruim que há.
Esses dias tive uma ideia ( nao sei da onde ) de caminhar 8 km de ida e mais 8 de volta para conhecer um povoado aqui do lado. Nos primeiros 3 meu pè ja tava gritando, e eu comecei a pedir carona. Queriq ter uma aventura diferente sim, mas meu pè doia mesmo. ( aqui todo mundo pede carona, pois diz-se que é obrigatorio ). Quando cheguei no 4 encontrei uma mulher de uns 40 anos e perguntei quanto faltava. Só no olhar dela percebi que eu tava longe, ela comeceu a me explicar e eu falei : vou voltar contigo. Viemos conversando, ela disse que caminha sempre que vem a trabalhar esses 16 km. Fiquei quieto. De repente ela falo que a Uniao Sovietica ia libera dinheiro para as centrales ( industrias pequenas ou algo assim ). Depois disse que o presidente Kennedy ia ... to brincando. Ela nao tava muito satisfeita com a revolucao e viveu toda sua vida nela. Mesmo assim era gente finissima. Falou que me levava para sair, me deu o endereco da sua casa e disse que me mandaria postais ao Brasil. Vou mandar pra ela tambem. E completou falando que da proxima vez eu nao pagasse hotel, que eu ja tenho uma casa em Cuba. Alias duas, o pintor do documentario disse o mesmo. Maravilha.

Acho que voces tao se combinando de fala bem desse blog. Eu acho que ta bacana mas tao enchendo a bola. Brigado