Aaham!

2 ago. 2010

Carta aos Pais

Sei que muitas vezes é difícil, até impossível, um filho dizer “ te amo ” para seu pai e sua mae ( E que isso é o que voces mais querem ouvir). Quando criança, dizem que nao sabemos o que é o amor. E é verdade. Ficamos desconfiados com essa palavra, que ainda nao é um sentimento. Aquelas criancas, que vivem dizendo que amam seus pais, dizem da boca pra fora. Nao sabem o que é o amor. Amor requer maturidade, respeito, cuidado, coisas que uma crianca só pode receber. Nunca dar. E essa é a tarefa dos pais nesse momento.

Os pais amam os filhos, assim como amam seus maridos e mulheres.O amor só existe com a individualidade de cada um se mantendo, sendo respeitada. É possível que um casal se mantenha com submissao constante ? Com a beleza da vida apenas sendo aproveitada por um ? Impossível. O mesmo suscede com seus filhos. No momento mais dificil para os pais, que é o de “perderem” seus filhos para a vida, para as namoradas e namorados, para as bebedeiras, para jogos de futebol interminaveis, tardes com amigos suspeitos e etc.., alguns pais confundem a insubmissao (que até entao era comum, por sermos criancas ) com desrespeito e até falta de amor. A palavra é essa mesmo : insubmissao. Aquele que se pretende adulto tem vontade própria e portanto, resposabilidade. Aquele que vive se submetendo, vive manco, fragil, que nem um guri cagado. Deixa viver. Se o mundo esta mais perigoso, nao vao ser voces que vao evitar uma fatalidade. Ja nascemos nesse meio, saber se cuidar é necessário para sobreviver. Como se diz hoje em dia : perdeu playboy. Perdeu o filho pra vida. Ganhou um filho pro resto da vida. Todos amamos voces, eu amo voces.

Escrevo isto porque talvez tenham esquecido da época de guri de voces. Foi a mesma coisa e a história a se repetir. E ai? Voces nao amam seus pais hoje ? Nao cuidam deles, leval pra jantar, pra praia e etc?

Acham que conosco vai ser diferente? Nao! Só um adulto pode cuidar, amar. Ja havia dito isto. Deixa entao seus filhos viverem. Dia mais, estaremos todos juntos em um domingo de grenal assando churrasco e falando das nossas brigas. Nenhum pai quer o mal a seu filho e nenhum filho quer o mal a seus pais. É recíproco. Deixa viver que isso é o melhor a ser feito. Nada demais vai acontecer e se acontecer nao será culpa de voces. Vamos lá.

De alguém que ainda nao é pai.


No hay comentarios:

Publicar un comentario